terça-feira, 20 de março de 2012

Rickenbassy - Confecção da Escala

A próxima etapa é confeccionar a escala. Conforme comentei anteriormente, será um baixo de escala curta (30" ou 76,2 cm) com 20 trastes. Existem vários sites na internete que possuem um aplicativo para calcular o tamanho de cada casa.

A madeira utilizada é o pau-ferro e esta peça está com uma configuração muito bonita. Cabe o alerta de que essa madeira pode dar alergia de pele em algumas pessoas com surgimento de manchas vermelhas que coçam bastante nos locais afetados pela serragem (principalmente antebraços, rosto e pernas).

Eu prefiro serrar as casas antes de cortar a escala na medida final, pois fica mais fácil traçar as casas paralelas com o auxílio de um esquadro. É bom fazer essa etapa com muita calma e sempre conferindo as medidas duas vezes. Qualquer imprecisão na escala afetará negativamente a tonalidade do instrumento. É melhor fazer a medida sempre a partir da pestana até determinada casa, ao invés de fazer a medição casa a casa. Neste último caso, as imprecisões de cada casa são somadas e transferidas para a casa seguinte.







Agora é só cortar a escala com a serra tico-tico no tamanho final e passar a tupia com o auxílio de de uma guia para aparar as arestas.




\m/

8 comentários:

  1. E aja paciência, concentração e precisão, né.
    Eu não tenho esses atributos, nem o
    seu talento não. hahaha

    E a madeira é bonita demais, só é ruim
    a alergia, né.
    Se cuida!
    Bjssss!

    ResponderExcluir
  2. Sim sim, muita paciência e muita sujeira. Mas tá saindo ...

    Vai ficar massa, pelo menos eu tô me esforçando.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Valeu. Tomara que fique bem afinado. Abraços

      Excluir
  4. Espectacular até agora!
    se puder tirar-me uma dúvida: quanto a "passar a tupia com o auxílio de de uma guia para aparar as arestas"
    1-que guia é que usou? a própria bancada de trabalho?
    2-Aqui em Portugal e no resto da Europa as tupias têm encaixe para fresas(Router bits - brocas? não sei bem como se diz em Portugal ou no Brasil) com o eixo de 8mm, 6mm ou 6,35mm(1/4 de polegada), mas parece que as fresas mais recomendadas são as de 1/2". Aí no Brasil penso que deve ser como na Europa as tupias usam o sistema métrico e não as polegadas. Onde é que arranja/compra as fresas com "rolamento" para guia?

    Obrigado
    e fico ansioso para ver a continuação do trabalho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luís, seja bem vindo.
      Eu usei uma ripa de madeira retificada como guia. É importante que esteja bem retinha porque qualquer imperfeição será replicada na peça de trabalho.

      As fresas aqui também seguem esse padrão. Minha tupia tem encaixe para fresas de 8mm, 6mm ou 6,35mm. Penso que as fresas de 1/2" são usadas mais por profissionais e exige equipamento mais pesado.

      Vale a pena investir em fresas de qualidade e que não são baratas. Aqui também não é fácil encontrar fresas rolamentadas. Tem uma marca CMT (http://www.cmtutensili.com/) muito boa aí na Europa.

      Tem dessas fresas também nessas lojas americanas Stewmac (http://www.stewmac.com/) e LMII (http://www.lmii.com/).

      Você mora em qual cidade? Tem um luthier que eu admiro muito, o Andy Manson (http://www.andymanson.com/) que está morando em Ribeira

      Abraços e apareça.

      Fabiano

      Excluir
  5. Já agora reparei que a sua tupia é um Skil reparei que é vendida pelas lojas americanas. Mas nos estados Unidos a rede electrica é de 110V ou contrário de grande parte da Europa que é 220V.

    No brasil é 110V também como nos EUA?

    ResponderExcluir
  6. Muito Obrigado pelas respostas!!!
    São uma boa ajuda

    Já sou "amigo" do Andy no Facebook ele é muito encorajador.

    Quanto à rede eléctrica no Brasil já deixei de ser preguiçoso e foi pesquisar, vocês são uns sortudos têm ambas as tensões!!!

    Um Abraço

    ResponderExcluir