domingo, 7 de dezembro de 2014

R7 - Mais do Mesmo

Mais algumas fotos da fase de acabamento. Dei uma lixada leve para ressaltar a madeira e não ficar tão escuro.






Lembram da tampa que havia quebrado numa queda? Então, aproveitei para colá-la, mas acho que vou ter que fazer um reforço estrutural para aguentar o tranco.




\m/

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

R7 - Acabamento do Corpo

Continuando o processo de lixamento, desta vez com grão mais fino de 180 e 220. Além disso, foi feito furo transpassando as cavidades dos captadores que servirá de canal para passar a fiação. Pensa na tensão de vazar o furo no lugar errado e estragar o corpo.





Agora já dá para começar o acabamento propriamente dito. A ideia inicial era deixar o corpo na cor preta, fazendo contraste com a escala clara de maple. Ao invés de pintar, preferi passar tingidor. A madeira está com os veios muito bonitos para tampá-los com tinta.




Ainda vai mais uma lixa fina e, talvez, mais uma camada de tingimento e depois verniz para proteger. Só não decidi se verniz brilhante ou fosco.

\m/

domingo, 12 de outubro de 2014

R7 - Mais um Pouco de Arredondamento do Corpo

O post de hoje não terá fotos do "durante" só do "depois". O trabalho é parecido com o do post anterior e faz um pó de serragem muito fino. Para dar forma usei novamente a esmerilhadeira com disco de lixa (que ajuda muito), lima e lixadeira.

 Apesar de ser bastante trabalhoso, é uma das etapas que eu gosto mais de fazer.

O corpo está praticamente no formato final. Agora é só mais um pouco de lixada a mão mesmo para tirar algumas imperfeições e deixar preparado para o acabamento.










\m/

domingo, 14 de setembro de 2014

A história do groove no baixo e bateria

Videozinho massa pra curtir no domingo.


PS: vale a pena ouvir com fone de ouvido.

Abraços
\m/

domingo, 7 de setembro de 2014

R7 - Arredondando o Corpo

Chegou a hora de arredondar o corpo. Comecei passando a tupia com uma fresa quebra-canto. Não adiantou muito, mas já dá para perceber como muda o design e dá um ar mais leve.






O jeito foi continuar o trabalho com grosa e lima.



Aí lembrei da esmerilhadeira. Huaaahahahahaha! Pensa no medo de fazer uma m****. Com o tempo acostuma e ajuda bastante no trabalho. O problema é a poeira fina por todos os cantos.



Ainda falta muito trabalho de desbaste e de lixamento até ficar no jeito que quero, mas já fez diferença.



Quando estava limpando a bagunça, aconteceu um pequeno acidente. A tampa traseira, que deu tanto trabalho, caiu e se partiu, mas acho que vai dar para salvá-la.


\m/

terça-feira, 12 de agosto de 2014

R7 - Tampa da Cavidade Traseira

Acharam que eu tinha desistido, né. Não, só enrolado com o tempo mesmo.

Esses dias trabalhei na confecção da tampa para cavidade traseira. Queria usar um pedaço de cerejeira que sobrou do corte do corpo para ficar com padrão semelhante.

Acabou dando muito mais trabalho do que eu esperava.


A ideia era desdobrar o bloco em duas fatias que, coladas, dariam o tamanho que eu precisava. Usei uma serra japonesa, muito boa por sinal, mas não era o ideal porque sua largura é menor do que a peça. Serrei até onde consegui em cada lateral da peça.



Depois foi na força bruta com martelo e formão.


O problema é que a cerejeira lasca muito facilmente. Olha a beleza que ficou.


Colagem das duas peças.



 E aplainamento com a tupia, torcendo para que desse certo.



E deu. Ufa!!


Aproveitei para aplainar o bloco que restou e que pode ser utilizado em um outro trabalho.




Marcando o molde.



Aqui o resultado final, após recortar a peça e lixar bastante para encaixar direitinho.



Até breve.
\m/